A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) definiu na terça-feira (20) um reajuste médio de 5,85% na tarifa de energia elétrica para os consumidores do Paraná atendidos pela Copel.

Anunciado em reunião da diretoria da Aneel, em Brasília, o reajuste passa a vigorar a partir do dia 24 de junho, data do reajuste anual da Copel.

Ao calcular o reajuste, conforme estabelecido no contrato de concessão, a Agência considera a variação de custos associados à prestação do serviço. O cálculo leva em conta a aquisição e a transmissão de energia elétrica, bem como os encargos setoriais.

O reajuste médio será de 6% para a baixa tensão, que engloba consumidores residenciais e subclasses como agropecuária, cooperativa de eletrificação rural, indústria rural, serviço público de irrigação rural, comercial, serviços, poder público, serviço público e Iluminação pública.

Para o setor industrial, de alta tensão, o reajuste será um pouco menor, de 5,62%.