Campanha Nacional de Vacinação contra gripe começa nesta quarta-feira (10)

Campanha Nacional de Vacinação contra gripe começa nesta quarta-feira (10)

Publicado em: 10 abr, 2019 às 15:10

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe começa hoje (10) em todo o país. A mobilização vai até 31 de maio e a meta do Ministério da Saúde é atingir pelo menos 90% dos grupos elegíveis para vacinação.
Nesta primeira fase da campanha, de 10 a 18 de abril, o objetivo é imunizar crianças com idade entre 6 meses e 6 anos, grávidas em qualquer período gestacional e puérperas (mulheres até 45 dias após o parto).
A partir de 22 de abril a vacina será estendida para trabalhadores da saúde, povos indígenas, idosos, professores de escolas públicas e privadas, pessoas com doenças crônicas e outras condições clínicas especiais. Presos, adolescentes de até 21 anos que cumprem medidas socioeducativas e funcionários do sistema prisional que também fazem parte do público-alvo.
Em Palmeira campanha inicia amanhã (11), como explicou Jean Carlo das Almas, enfermeiro do setor de Vigilância Epidemiológica. “No nosso município por já termos algumas programações, vamos começar oficialmente a campanha a partir do dia 11. Por conta da Feira de Saúde que vai estar acontecendo nos dias 9 e 10. Então achamos melhor disponibilizar a vacina a partir de amanhã (11)”, reforçou o enfermeiro.

Segundo a Secretaria de Saúde, o maior grupo prioritário de Palmeira é o de idosos, composto por 3.450 pessoas. Também receberão a vacina contra a Influenza 2.511 crianças menores de seis anos, 374 trabalhadores da saúde, 332 gestantes, 54 puérperas, 2.209 pessoas com comorbidades e 472 professores.
O Dia D da campanha será no dia 4 de maio. Jean ressaltou que a vacina protege contra os vírus mais graves da gripe. “É importante esclarecer que a vacina vai proteger contra H1N1, H3N2 e Influenza B. Mas existem vários outros sorotipos do vírus Influenza circulando. Mas os vírus que de repente fazem com que as pessoas tenham mais agravamento de sintomas ocasionem internamentos e que de repente possam evoluir para óbito são essas três”, contou o profissional de saúde.
Outra questão ressaltada pelo enfermeiro é que a vacina não causa gripe, uma vez que ela é feita de vírus inativado. “Muitas vezes há um agravamento dos sintomas e a pessoa vai pensar que porque tomou a vacina agravaram-se os sintomas, mas ela não provoca gripe”, destacou Jean Carlo.

Contraindicações
Pessoas com alergia grave a proteína do ovo, um dos componentes da vacina e doenças febris agudas não devem se vacinar.  “Se está com febre alta no momento que vai tomar vacina, pedimos que a pessoa espere, passe por uma consulta, espera passar todo esse processo e então vai tomar a vacina”, disse Jean.

Por Bruna Camargo com informações da Agência Brasil

Imagem: Divulgação

Publicidade

Farmácia Santo Antonio