Campanha pretende arrecadar recursos para adquirir uma cadeira especial ao policial militar baleado

Campanha pretende arrecadar recursos para adquirir uma cadeira especial ao policial militar baleado

Publicado em: 9 mar, 2019 às 9:33

Desde o dia 26 de novembro de 2018, o policial palmeirense Robson Antonio Gulhinski, baleado e atropelado em Curitiba no dia 10 de junho, está se recuperando em casa. O PM permaneceu internado por mais de cinco meses no Hospital Cajuru, com acompanhamento também pelo Hospital da Polícia Militar (HPM).
Segundo Josiane Kauka, esposa do policial, existe uma equipe composta por médico, nutricionista, fisioterapeuta e fonoaudiólogo, contratados pelo HPM que fazem o atendimento domiciliar. “O Robson foi muito guerreiro, então não é agora que ele vai desistir, principalmente estando em casa, junto da família. Nós acreditamos muito que essa recuperação seja ainda mais rápida. Gostaria de agradecer a todos pelo carinho e atenção e pelas orações”, relatou a esposa.

Campanha
Os Policiais Militares estão unidos em uma ação para arrecadar recursos financeiros para adquirir uma cadeira de rodas especial, com custo estimado em R$ 7 mil.
54256251_2334713369924172_6755669332505657344_nO integrante da banda da Polícia Militar do Paraná continua recebendo os cuidados médicos em casa e necessita desta cadeira para um melhor conforto em seu convívio familiar.
As doações devem ser realizadas diretamente em nome de Robson Antonio Gulhinski, no Banco do Brasil, agência 0957-1, conta corrente 21027-7. Qualquer valor depositado será importante para contribuir nesta campanha solidária.

Publicidade

Farmácia Santo Antonio