Próximo a completar 199 anos, a programação festiva do aniversário de Palmeira inicia nesta quarta-feira (04)  com o lançamento da Grã Orquestra do Bicentenário. A atividade acontece no Salão da Assistência Social às 19h30.

Em entrevista ao Noticiário P7, Vera Lúcia Mayer, Chefe de Cultura do município, trouxe mais detalhes sobre a programação. Mayer também frisou que a data marca 199 anos de história oficial. “Nós não fomos emancipados politicamente de município nenhum”, explicou a historiadora.

No dia 05 de abril há lançamento do Livro “O Pintinho Ruivo de Raiva” do escritor Palmeirense Anderson Novelo. A atividade se realiza às 19h no no Clube Palmeirense.

No dia 7 de abril acontece às 8h30 na Praça Marechal Floriano Peixoto, o tradicional momento cívico com hasteamento da bandeira, presença das autoridades, escolares. De acordo com a Chefe de Cultura, o momento cívico terá algumas surpresas já iniciando as comemorações do bicentenário, celebrado em 2019.

No mesmo dia, às 9h haverá o resgate do Desfile Cívico Militar, com trajeto diferente. “Depois de tantos e tantos anos sem o desfile no 7 de abril esse ano ele será um pouco diferente. O Desfile vai iniciar no Ginásio em frente ao Dom Alberto, subir a quinze até encontrar a Avenida 7 de Abril”. Mayer contou na entrevista que em pesquisas junto a fotografias, foi possível identificar que o Desfile já foi realizado em diversos lugares, inclusive no entorno da Igreja Mariz.

A historiadora explicou que o motivo da mudança foi para atender a logística da concentração das crianças que vem do interior. Assim, haverá o apoio logístico do Ginásio de Esportes.

Logo após o Desfile Cívico Militar ocorre a abertura da Feira Gastronômica, na Praça Marechal Floriano Peixoto.

A programação contempla também atividades esportivas. No dia 07 de abril às 13h30na Praça Manoel Ribas a abertura do Campeonato Feminino de Futsal.

Na noite do aniversário de Palmeira, às 19h30, a Praça Marechal Floriano Peixoto será palco da Feira da Lua Especial Carnaval. “E esse ano, como a gente vive tentando resgatar as coisas, nós temos uma particularidade histórica com Tibagi. E o município de Tibagi as escolas de samba. Nós estamos trazendo, mesmo que em abril um mostra de escola de samba para que o pessoal veja e de repente se anime para no ano que vem, no carnaval, na data apropriada nós tenhamos também um carnaval em Palmeira”, explicou Mayer.

No domingo (08)  das 13h, haverá a continuação da Feira da Lua com apresentação de artistas e bandas locais. Também no domingo (08)  às 19h, acontece na Igreja Matriz a Missa Solene de Aniversário.

O Simpósio da Colônia Cecília inicia no dia 14 de abril, às 7h no  Salão da Assistência Social. A Ficha de inscrição do evento pode ser solicitada diretamente junto aos integrantes do instituto Histórico e Geográfico de Palmeira (IHGP)  ou na página do Facebook do Instituto. O preço da inscrição é R$ 50,00. Palestrantes do Rio de Janeiro, Santa Catarina e Paraná, visitas Técnica ao Memorial Colônia Cecília no Sítio Minguinho e Memorial Anarquista, almoço com temática anarquista, são algumas atividades do Simpósio. “É um evento que promete ser bastante interessante, principalmente para estudiosos do anarquismo”, afirmou Mayer.

Dia 15 de abril, será realizado às 8h na Colônia Witmarsum uma Pedalada. Também neste domingo, uma atividade infantil está programada para ser realizada na Praça Marechal Floriano Peixoto. Trata-se de “Um dia Do Desbravador”, com início às 9h.

Do dia 16 a 20 estarão expostos trabalhos do projeto “Uma Pitada de História”, Prefeitura de Palmeira, Banco do Brasil, Assistência Social, Supermercado Palmeiras e Cooperativa Sicredi.

A Praça Marechal Floriano Peixoto sediará no domingo (22)a Cãominhada e concurso de cães.

A reinauguração da Capelinha Bom Jesus, situada na Praça Getúlio Vargas acontecerá no sábado, 21 de abril, às 16h com uma missa celebrada pelo Padre Adriano.

Nos dias 25 e 26 de abril no Salão da Assistência Social ocorre o 6º Ciclo de Palestras do IHGP.

Dos dias 25 a 29 de abril será realizado a Feira do Livro na Praça Marechal Floriano Peixoto, com livro no preço máximo de R$10 reais.

Para encerrar as festividades dos 199 anos, o espaço do Museu Histórico será reinaugurado na sexta-feira, 27 de abril.  “Não será a reabertura da exposição, mas sim do prédio pronto para poder voltar a atender a questão da museologia”, explicou a historiadora.

Durante a entrevista, a chefe de cultura comentou sobre os preparativos para o bicentenário de Palmeira.“7 de abril de 2019 promete muito mais, nós estamos nos preparando justamente para isso. Não só a pasta da Cultura, mas também de outros segmentos. Nós criamos em 2016, entre o Instituto Histórico e uma parceria com a Prefeitura, o projeto “Palmeira 200 anos” e temos trabalhado em prol de muita coisa”, adiantou Mayer.

Ela também ressaltou que os 200 anos celebrados no próximo ano, são significativos para a Paróquia Nossa Senhora Imaculada Conceição. “Na verdade, os 200 anos é a data da Paróquia. Então ano que vem, a grande obra da Paróquia, além de outras atividades é o restauro da nossa Igreja Matriz”, finalizou a chefe de Cultura.

Para maiores informações as pessoas podem acessar o site da Prefeitura Municipal de Palmeira ou ligar na Secretaria d Cultura através do 3909-5001.

Foto:Arquivo Rádio Ipiranga