A Rede Municipal de Ensino de Palmeira atingiu nota média de 6.1 no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), referente a 2017. A nota observada é a mesma que foi projetada para o ano, desta forma, o município manteve o ritmo de crescimento previsto para o período.
O índice é medido desde 2005, ano em que Palmeira apresentou nota 4.5, após isso o município entrou em ritmo de crescimento com nota 4.9 em 2007 e 5.3 em 2009, contudo, em 2011 Palmeira apresentou uma queda significativa com nota 5.0 (0.3 pontos abaixo da meta), mas o ritmo de crescimento retornou em 2013 com nota 5.9 (0.3 acima da meta)e novamente 5.9 em 2015 (dentro da meta). Com isso, de 2015 para 2017 a o ensino municipal teve crescimento de 0.2 pontos no Ideb.
Para a secretária de Educação, Carla Marcondes de Albuquerque, o índice foi resultado de um trabalho intenso na formação de professores, adaptação de conteúdos e também monitoramento por parte da Secretaria de Educação. “Além disso, houve empenho da comunidade escolar e dos pais que têm acompanhamo mais de perto o desempenho dos filhos”, comentou a secretária.
A expectativa da secretária é de que o Ideb de Palmeira continue em ritmo forte de crescimento. “Neste ano instauramos um processo de avaliação externa chamado ‘Avaliar Mais’, para detectar os pontos que precisam ser melhorados em cada turma. Desta forma, cada professor tem uma leitura por aluno e por turma, podendo modificar as estratégias conforme as avaliações, o que deve resultar em melhores índices no futuro”, destacou Carla.
O próximo resultado do Ideb será divulgado em 2019, ano em que o município deve atingir a meta de 6.4. No ano de 2021 a meta sobe para 6.6. O índice é calculado com base na taxa de aprovação das escolas avaliadas e nota da Prova Brasil, aplicada para o 5º ano.
Foto:Prefeitura Municipal de Palmeira