Pessoas que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC)  e não fizeram o Cadastro Único devem comparecer ao Centro de Referência e Assistência Social (CRAS)  até o dia 31 de dezembro. Caso não realizem o cadastro perderão o benefício, uma vez que o prazo não será prorrogado. De acordo dados da Secretaria de Assistência Social cerca de 115 pessoas no município ainda não fizeram o cadastro único. Em Palmeira 286 pessoas com deficiência e 139 idosos recebem o BPC.

A Diretora de Proteção Social, Tania Mara Trindade explica no CRAS há uma lista com a relação das pessoas que não realizaram o procedimento. “Se já tiver feito o cadastro é preciso verificar se ele está atualizado, por isso de qualquer dúvida, as pessoas devem comparecer ao CRAS”, indicou a assistente social.

Benefício de Prestação ContinuadaO BPC é a garantia de um salário mínimo mensal à pessoa com deficiência e ao idoso com 65 anos ou mais que não possuem meios para a própria manutenção, nem de tê-la provida por sua família. Para ter direito, é necessário que a renda por pessoa do grupo familiar seja menor que 1/4 do salário-mínimo vigente. Por se tratar de um benefício assistencial, não é necessário ter contribuído ao INSS para ter direito. No entanto, este benefício não paga 13º salário e não deixa pensão por morte.

Cadastro ÚnicoO Cadastro Único é um sistema que contém informações sobre as famílias brasileiras de baixa renda agrupadas em um só lugar. São famílias de baixa renda aquelas que possuem meio salário mínimo mensal por pessoa integrante da mesma ou aquelas em que a renda total mensal é de até três salários mínimos.  Assim, através do Cadastro Único essas famílias tem a possibilidade de ingressarem em programas sociais promovidos pelo Governo Federal.

O Gestor do Cadastro Único em Palmeira, Renáron Cherobim dos Santos informa a realização do cadastro não precisa ser feita apenas pelo beneficiário. “Qualquer pessoa que more na mesma residência que o BPC da pessoa idosa ou com deficiência, pode ser um tio, mãe, pai, irmão, desde que seja responsável pela pessoa em questão. É um cadastro domiciliar, da casa onde a família mora, então qualquer pessoa que more na residência pode estar indo ao CRAS fazer o cadastro”, informou o gestor.

A lista de pessoas que não fizeram o Cadastro Único está disponível no CRAS, localizado na Rua Vicente Machado, 197. Em caso de dúvidas as pessoas podem entrar em contato através do 3909-5038.

Foto:Bruna Camargo