Nesta sexta-feira (27)comemora-se o dia do motociclista. Seja para trabalho, lazer ou transporte a moto está presente no dia a dia de milhares de pessoas.  Até maio, o número de motocicletas e motonetas emplacadas em Palmeira era de 3.113. Assim, aproximadamente 10%da população palmeirense possui moto.

Márcio Ubiratan Metek, que trabalha com moto há mias de 9 anos é entregador de uma empresa de peças da cidade. O motociclista de 39 anos, diz ter orgulho de sua profissão e conta que nunca sofreu um acidente. No entanto, apesar de lembrar da importância do seu ofício, ele lamenta que muitos não respeitam as leis de trânsito. “Que nem aqui em Palmeira muita gente atravessa a preferencial. Eu geralmente nas preferenciais já paro porque sempre tem alguém que atravessa, às vezes não olha direito ou não conhece a cidade”, relatou o motociclista.

A falta de respeito no trânsito faz com que o motociclista seja a principal vítima em acidentes. Por isso, o dia de hoje torna-se ainda mais oportuno para refletir sobre os cuidados no trânsito.

Foto:Bruna Camargo