Palmeira terá estantes do Pegaí Leitura Grátis

Palmeira terá estantes do Pegaí Leitura Grátis

Publicado em: 5 maio, 2020 às 11:09

Pelo menos duas estantes com livros estarão disponíveis

O projeto “Pegaí Leitura Grátis” criado em 03 julho de 2013 na cidade de Ponta Grossa está presente em 15 municípios do Estado. Palmeira terá estantes com livros, para incentivar o hábito da leitura, no Fórum local e na Papelaria Linhas e Rabiscos.
Idealizado pelo professor universitário Idomar Augusto Cerutti, o trabalho é mantido por um grupo de pessoas apaixonadas por leitura e que acreditam que os livros não podem ficar guardados nas estantes, privados de serem lidos. Para isso, a proposta é receber a doação de livros e colocá-los à disposição de novos leitores em locais públicos.
Em entrevista à Rádio Ipiranga, Rute Mika, voluntária do Pegaí, contou que já existe uma estante com livros no município, na Huhtamaki do Brasil, empresa parceira que já arrecadou mais de 10 mil livros para o projeto. Os novos pontos devem ser instalados após este período de pandemia da Covid-19.
Cerutti, que também participou da entrevista (via telefone), contou que atualmente são 67 estantes e 184 pontos de coleta de livros. “Nestes mais de seis anos do “Pegaí” já foram inseridos mais de 300 mil livros. Somos em 157 voluntários que realizamos este trabalho”, destacou o professor.
Os livros doados são separados e registrados pelos voluntários do Projeto, que carimbam, colocam etiquetas e classificam a faixa etária. Depois disso, as obras são disponibilizadas nas estantes, onde a população pode emprestar. Não é preciso fazer nenhum cadastro, basta encontrar uma das estantes Pegaí, pegar o título do seu gosto, levar para casa, ler e devolver nos pontos de coleta quando terminar a leitura. Idomar finalizou o bate papo com a frase: “nossa missão é aproximar livros sem leitores de leitores sem livros”.

Ajude a manter o projeto
Qualquer pessoa, de qualquer lugar do Brasil ou do exterior, pode doar. O Pegaí precisa de obras do “gênero literário” (poesia, soneto, romance, crônicas, contos, ensaios, gibis, entre outros), indicados para crianças, jovens ou adultos. Livros de estudo, técnicos, religiosos, listas telefônicas, manuais, apostilas, revistas, dicionários, enciclopédias não são aceitos.
O Pegaí funciona com o apoio de muitos voluntários e também de muitas empresas e entidades dos mais diversos setores. Quem desejar ajudar com trabalho voluntário no Pegaí Leitura Grátis, basta entrar em contato pelo e-mail: [email protected]

Fotos: Bruna Camargo.

Publicidade

Farmácia Santo Antonio