Palmeira ultrapassou a meta de vacinação estabelecida pelo Ministério da Saúde para a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e contra o Sarampo, encerrada na sexta-feira (14). O município ultrapassou a marca de 101%, atingindo mais que as 1.818 crianças estabelecidas como público alvo.

Palmeira atingiu a marca de 101,54%do público alvo do Gotômetro, ou seja, 1.846 doses orais aplicadas contra a poliomielite, e 101,05%do Vacinômetro, sendo 1.837 doses de vacina aplicadas contra o sarampo. A meta era vacinar ao menos 95%do público alvo.

De acordo com a enfermeira Conceição Rocha Büge, o resultado obtido em Palmeira foi excelente. “Nosso trabalho em equipe foi imprescindível para o alcance das metas e todos os profissionais que trabalharam nesta campanha estão de parabéns. Realizamos atividades especiais para reforçar a vacinação, como visitas em CMEIs e horários especiais de atendimentos em ESFs”, destacou.

Büge também esclareceu como foi possível ultrapassar a marca de 100%. “Provavelmente crianças de outros municípios foram vacinadas em Palmeira, ou algumas não foram incluídas no cálculo da meta realizados pelo Ministério da Saúde”, contou.

Para a secretária Municipal de Saúde, Fabiani Bach, “através da cobertura vacinal é que mantemos essas doenças erradicadas. Agradeço aos pais e responsáveis que trouxeram as crianças para vacinar e deste modo mantê-las seguras contra os vírus da pólio e do sarampo, e também a equipe da Saúde, que não mediu esforços para atingir o resultado”, disse.

Campanha

Neste ano, a campanha de vacinação foi feita de forma indiscriminada para manter coberturas homogêneas de vacinação. Para a poliomielite, as crianças que não tomaram nenhuma dose durante a vida, receberam a VIP. Já os menores de cinco anos que já haviam tomado uma ou mais doses da vacina, receberam a VOP, a gotinha. Em relação ao sarampo, todas as crianças receberam uma dose da vacina Tríplice viral.

Foto:Prefeitura Municipal de Palmeira