Neste ano o Programa Agrinho está trabalhando com o tema ‘As coisas que ligam o campo e a cidade e nosso papel para melhorar o mundo’. Seguindo o proposto, a professora Roberta Vantroba, da creche II do Centro Municipal de Educação Infantil Alderico Viante, desenvolveu o projeto ‘Nosso lixo de cada dia’.

O projeto visa conscientizar os alunos quanto a importância correta da destinação do lixo. A ideia surgiu após a realização de uma aula passeio aos arredores do CMEI, na qual os alunos observavam o ambiente e no momento em que viam algum o lixo no chão eles informavam a professora, que coletava e jogava em uma lixeira. “Tudo foi acontecendo de forma natural e espontânea, através da conversação entre eu e os alunos”, disse Vantroba.

Entre as atividades do projeto foi proposto aos alunos e seus pais que confeccionassem mascotes construídos com materiais recicláveis, e posteriormente escolhessem um nome para ele. Ao todo 22 mascotes concorreram em uma eleição, que contou com votos da comunidade escolar. A vencedora foi uma coruja feita com papelão pelo aluno Theo Linhares Gouveia e pelos pais Talita e Rodrigo.

Os pais e alunos da creche II escolheram o nome do mascote e o eleito foi Nina, que agora acompanhará o mascote do Programa Agrinho em todas as atividades realizadas pela turma da professora Roberta Vantroba.

De acordo com a professora, “o projeto segue em andamento até julho e muitas coisas estão por vir. Serão desenvolvidas várias atividades em sala de aula e com os pais. Nesta quinta-feira (26), por exemplo, iremos até a escola Leonor Santos, em Faxinal dos Quartins, para uma visita referente ao projeto de integração entre campo e cidade”, revelou.

Para Vantroba, as atividades despertam o conhecimento e a conscientização dos alunos quanto a questão da correta da destinação do lixo. “Eles ficam atraídos pelas atividades práticas que realizamos. Com certeza é um aprendizado que levarão por toda a vida”, destacou a professora.

Fotos:Prefeitura de Palmeira