Professores da UEPG votam em assembleia por estado de greve

Professores da UEPG votam em assembleia por estado de greve

Publicado em: 30 maio, 2019 às 13:46

O Sindicato dos professores da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) aprovou em assembleia nesta terça-feira (28) indicativo de greve a partir do dia 14 de junho em âmbito nacional. Também foi confirmada a entrada em estado de greve, de acordo com algumas reivindicações em nível estadual.
As reivindicações dos docentes são: pagamento imediato da data-base, com reposição de 17,04% da inflação acumulada desde 2016, o arquivamento o projeto de lei complementar (PLC) 04/2019, que precariza as condições da carreira docente, como ascensões, salários e outros direitos previstos em lei (a medida tramita atualmente na Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa); a liberação das verbas contingenciadas pelo governo paranaense para as instituições de ensino superior; e pela anuência de vagas e contratação de professores aprovados em concursos públicos, além da abertura de novos processos seletivos para suprir a necessidade de docentes na instituição.
Nacionalmente, a Seção Sindical dos Docentes da UEPG (Sinduepg) também se posiciona contrária ao corte de verbas anunciado pelo Ministério da Educação (MEC) nas instituições de ensino superior.

 

Foto: Divulgação/Sinduepg

Publicidade

Farmácia Santo Antonio