RPPS divulga nota de esclarecimento

RPPS divulga nota de esclarecimento

Publicado em: 13 abr, 2018 às 15:01

Uma nota oficial com esclarecimentos foi divulgada na página eletrônica do Regime Próprio de Previdência Social  (RPPS), a respeito da presença da Polícia Federal na sede do RPPS na quinta-feira, dia 12 de abril, em Palmeira.

 

NOTA OFICIAL:  ESCLARECIMENTOS

Em relação aos fatos ocorridos no dia de ontem na sede do RPPS de Palmeira, informo que:

  1. A Polícia Federal deflagrou a operação Encilhamento, a qual tem por objetivo apurar investimentos feitos por institutos de previdência municipal em fundos de investimento supostamente fraudulentos;
  2. A operação teve como alvo o município de Uberlândia, onde foram detidas várias pessoas envolvidas nas irregularidades que deram causa a referida operação;
  3. As informações que temos até o momento dão conta de que dois dos fundos nos quais somos investidores é alvo das investigações da polícia federal e desta forma, todos os institutos de previdência municipal que igualmente são cotistas deste fundo, foram alvo de busca e apreensão na manhã de ontem;
  4. Foram ao todo, 60 institutos municipais de todo o Brasil que foram alvos no dia de ontem, sendo 4 do estado do Paraná (Colombo, São Mateus do Sul, Palmeira e Pinhais);
  5. Aos agentes que aqui estiveram foram entregues todos os documentos solicitados referentes aos processos de licitação, prospecção, decisão e gerenciamento de investimentos, em especial, referente a estes aportes nos fundos que estão sob investigação;
  6. Destacamos que o RPPS de Palmeira não está sendo questionado (ou investigado) a respeito de qualquer tipo de irregularidade na sua gestão sendo neste momento apenas um dos institutos que estão fornecendo informações para as investigações deflagradas na cidade de Uberlândia;
  7. Destacamos ainda que as supostas irregularidades apontadas pelas investigações da Polícia Federal referem-se a uma etapa da gestão dos investimentos que compete única e exclusivamente ao gestor dos fundos de investimento contratados para este fim;
  8. Desta forma, não seria possível o RPPS de Palmeira ter tomado alguma outra medida preventiva além das que já são diariamente tomadas uma vez que, até onde sabemos, as supostas irregularidades ocorreram numa fase de único e exclusivo gerenciamento e governança da gestora contratada;
  9. O RPPS de Palmeira, como não poderia ser diferente, apoia integralmente todas as investigações e está fornecendo todas as informações necessárias que visem esclarecer os fatos ora investigados uma vez que é parte diretamente interessada no esclarecimento da situação uma vez que pode ter sido vítima desta situação;
  10. Importante destacar que, mesmo apesar das denúncias desta investigação, o patrimônio do RPPS de Palmeira continua crescendo e, no último mês de março atingiu o montante de R$ 46,8 milhões de reais, o que equivale a dizer que nos últimos cinco anos o patrimônio cresceu mais de 65%, considerando que era de R$ 28,9 milhões ao final de 2013;
  11. Fato relevante é que em 2016 os investimentos do RPPS de Palmeira foram auditadas INTEGRALMENTE pelo Tribunal de Contas do Estado do Paraná, sendo que na auditoria teve como resultado a emissão de 5 recomendações, as quais já foram todas sanadas. Atualmente estamos com todas as certidões de regularidade em dia;
  12. Por fim, ressalto que o RPPS de Palmeira continua e sempre continuará investindo na qualificação de seus servidores e conselheiros, bem como nos atos de que ampliam a transparência da instituição.

Estamos a disposição para os eventuais esclarecimentos que vocês servidores venham a necessitar.

Atenciosamente,

Luiz C Carvalho

Presidente Conselho Administrativo

RPPS Palmeira

Publicidade

Farmácia Santo Antonio