Uma pesquisa do Serviço de Proteção ao Crédito Brasil (SPC) aponta que apenas 18,4%dos brasileiros estão com as contas no azul, com sobra de recursos para consumir ou fazer investimentos. No levantamento divulgado ontem (7) 40,1%dos entrevistados apontam estar no “zero a zero”, sem sobra e nem falta de recursos. Já 37,9%assumiram estar no vermelho e não conseguir pagar todas as contas com a renda que possuem. Os demais não souberam opinar.

Segundo os entrevistados, as principais razões para estarem no vermelho foram os preços altos e a dificuldade de pagar as contas (53,8%);a redução da renda (26,7%); a perda do emprego (18,2%);e a perda de controle dos gastos (12,2%). O levantamento foi feito no último mês de fevereiro.

A pesquisa revelou ainda que 22% dos brasileiros tiveram crédito negado em janeiro – último mês com dados disponíveis – ao tentarem parcelar uma compra em estabelecimentos comerciais ou contratar serviços a prazo.

O levantamento incluiu 12 capitais das cinco regiões brasileiras, entre elas Curitiba e foi composta por pessoas com idade superior ou igual a 18 anos, de ambos os sexos e de todas as classes sociais