Casos da doença mão-pé-boca foram registrados em nosso município no mês de março.  O enfermeiro Jean Carlo das Almas, da Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde atualizou sobre a doença em Palmeira. “No momento os surtos estão controlados, estão surgindo alguns casos isolados. A mão pé boca é causada por um vírus que normalmente habita o sistema digestivo e pode causar alguns sintomas como erupções cutâneas na boca, palma da mão, pode aparecer também na nádega e região genital e acomete geralmente crianças pequenas”, explicou o enfermeiro.

O profissional da saúde orienta que pessoas com esses sintomas devem procurar o médico o quanto antes para realizar um diagnóstico diferencial e fechar o diagnóstico.  Segundo das Almas, o tratamento é sintomático, então vai depender dos sintomas que a criança ou paciente tiver apresentando.

O clínico geral do município, doutor André Luiz Batista em entrevista ao Noticiário P7 informou que não existe vacina para a mão-pé-boca.

A doença pode ser transmitida por meio do contato com fezes ou saliva da pessoa infectada pelo vírus. Por isso a importância da prevenção e cuidados com a higiene, como lavar frequentemente as mãos com água e sabão, utilizar álcool 70 e fazer higienização de materiais utilizados.

Foto:  Wikimedia Commons