APAE comemora 38 anos em Palmeira

APAE comemora  38 anos em Palmeira

Publicado em: 24 set, 2019 às 14:20

Fundada no dia 24 de setembro de 1981, a APAE de Palmeira celebra nesta terça-feira (24), 38 anos de atividades em nossa cidade.
São 76 profissionais divididos nas áreas da saúde, assistência social e educação se dedicam aos 200 alunos que fazem parte da entidade. Desses, 86 estudantes passam o dia todo na APAE.
Hoje o dia festivo começou com um delicioso café da manhã. Uma gincana entre alunos e funcionários também foi organizada para celebrar os 38 anos de história. Além de um almoço especial, durante a tarde será cortado o bolo de aniversário.
Para a diretora da APAE Michele de Freitas Kapp, esta data é a oportunidade de refletir sobre o trabalho que vem sendo realizado e o que pode ser feito para melhor a vida das pessoas atendidas.

Sílvio Schactay Ribeiro atual presidente da entidade destacou a importância da APAE de Palmeira, referência para todo estado, além de registrar a qualidade dos profissionais que fazem parte da instituição.

A equipe da Rádio Ipiranga parabeniza a APAE de Palmeira pelo aniversário e trabalho desenvolvido em nosso município.

Histórico
No ano em que celebramos o bicentenário da cidade, a Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Palmeira, comemora 38 anos de atuação no município. A fundação é datada de.
De acordo com os registros, a APAE foi fundada em 24 de setembro de 1981, através do senhor João Luís Rocha Cherobim e um grupo de pessoas voluntárias que prestavam atendimento para sete pessoas com deficiência.
Através da resolução nº 2728/83, de 28 de julho de 1983, teve inicio as atividades da Escola Especial Tia Esperança, que funcionou em sede provisória por um ano, até que foi sendo transferida e instalada em sede própria, onde funciona até hoje no bairro do Rocio I.
A escola ao longo de sua história foi acumulando experiências, evoluindo em pesquisas e atendimento, sempre primando pelos princípios básicos da busca da identidade, cidadania, individualidade e pela inclusão da pessoa com deficiência.
No ano de 1994 surge o Centro de Desenvolvimento Infantil, que passou a se denominar Escola de Educação Especial Centro de Desenvolvimento Infantil e posteriormente Escola de Educação Especial Ernesto de Oliveira.
Em 2010, o parecer 108/2010 do Conselho Estadual de Educação, alterou a denominação das Escolas Especiais para Escolas de Educação Básica na Modalidade de Educação Especial na área de deficiência intelectual e múltipla, fez-se então necessário alterar a denominação da escola para atender a momento histórico da educação especial. No dia 28 de maio de 2010, através da decisão tomada em assembleia geral houve a união das duas escolas (Tia Esperança e Ernesto de Oliveira), sob a denominação de Escola Ernesto de Oliveira Educação Infantil, Ensino Fundamental/anos iniciais, Educação Profissional/inicial – Modalidade Educação Especial.
A APAE de Palmeira presta atendimento a crianças desnutridas e com atraso no desenvolvimento neuropsicomotor em programas de prevenção da excepcionalidade e aos portadores de deficiência mental e múltiplas deficiências.
Atualmente a APAE conta com uma estrutura (física, material e de recursos humanos) excelente, suprindo as necessidades dos profissionais para o desenvolvimento de um trabalho de qualidade visando o bem estar dos alunos.
A estrutura contempla oficinas terapêuticas, marcenaria, panificadora, refeitório, cozinha, informática, brinquedoteca, artes, quadra coberta, lavanderia, fisioterapia, sala dos professores, enfermagem, fonoaudiologia, psicologia, assistência social, terapia ocupacional, educação física, play ground, e estufa clube de mães.

Clique aqui e confira a galeria de fotos das comemorações dos 38 anos da APAE

Fotos: Elder Scolimoski

 

Publicidade

Farmácia Santo Antonio